Fiat processa estado por recall do Stilo em 2010

A Fiat entrou com uma ação no TRF da 1ª Região, onde pede a anulação de uma multa no valor de R$ 3,2 milhões aplicada pelo Depertamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), em março do ano passado, pela demora na realização de recall para a substituição do cubo das rodas do Stilo. A marca ainda pede indenização por danos materiais por susposta determinação ilegal e não fundamentada do recall e indenização por danos morais e de imagem sofridos em função da suposta conduta arbitrária do orgão. A Fiat promoveu o recall, mas nao admitiu o defeito no cubo das rodas traseiras do veículo, que já está fora de linha desde o fim do ano passado. Os cubos de ferro fundido foram substituídos por equivalentes de aço forjado. Em comunicado, a Fiat diz que foram apresentados ao DPDC vários laudos que comprovam que não existem defeitos nas referidas peças e que os acidentes noticiados não foram causados por falha mecânica.

Comentários

Postagens mais visitadas