Governo divulga lista de isenção do aumento de IPI para 18 montadoras

(Foto: Diego Fortes)
O Governo Federal divulgou nesta terça-feira (31) uma lista com o nome de 18 montadoras que foram isentas do aumento recente do Imposto sobre produtos Industrializados (IPI) para modelos importados. Porém, a relação publicada hoje no Diário Oficial da União, traz, em sua maioria, empresas afiliadas a Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Essa isenção só é válida para os importados do eixo Mercosul-México. Os veículos trazidos da Europa e Japão continuam sob a ação do imposto. Confira a lista de montadoras liberadas do imposto: Agrale, Caoa (Hyundai), Fiat, Ford, General Motors, Honda, Iveco, MAN, MMC Automotores (Mitsubishi), Mercedes-Benz do Brasil (caminhões), Nissan, PSA Peugeot Citroën, Renault, Scania, Toyota, Volkswagen, Volvo e MWN International. A lista excluí todas as afiliadas da Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos). De acordo com o Governo, para que as demais montadoras "escapem" da alta do IPI é exigido 65% de índice de nacionalização, e einvestimentos em pesquisa e desenvolvimento. As condições fazem parte do plano "Brasil Maior", criado no fim de 2011 para estimular e proteger a indústria nacional, incluindo as montadoras instaladas em território nacional. Para as montadoras fora da lista de isenção, o aumento da alíquota será de 30 pontos percentuais sobre o IPI, que varia de 7% a 25%, dependendo da motorização do veículo. A medida vale até dezembro de 2012, podendo ser estendida, e vale para modelos nacionais ou trazidos do eixo Mercosul-México. O grupo de montadoras fora da lista reúne 27 marcas, entre elas as chinesas, as sul-coreanas e as fábricas de carros de luxo e superesportivos.

Comentários

Postagens mais visitadas