Mundo Tuning atinge a todas as idades



Texto e Reportagem: Diego Fortes
Fotos: Alex Ramos

Os jovens estão cada vez mais ligados ao universo das modificações automotivas, seja na colocação de sons potentes ou de rodas e pinturas especiais. E essa moda ‘pegou’, principalmente com o lançamento da série de filmes ‘Velozes e Furiosos’, que atiçou a curiosidade e paixão dos jovens pelo universo do ‘tunning’.

Para o dono de loja de acessórios automotivos Leandro Almeida, os jovens são uma ‘potência’ na hora de aprender sobre os equipamentos de som. “Eles frequentam a loja, perguntam tudo e querem colocar alto-falantes pesados, mas acabam arrumando um pouco em cada lugar, o que acaba prejudicando a potência do som, mas eles não estão preocupados com isso. Os jovens se preocupam em arrumar uma caixa bacana. Eles se importam mais com a estética do que com a qualidade do som”, explicou o comerciante.

O estudante Jonas Magnun, de 22 anos, dono de um Honda Fit, conta sobre o que motivou a equipar a mala do carro com uma caixa de som potente. “Coloquei o som na mala para competir com os amigos, para ver quem tem o melhor som, ‘tirar onda’ com a namorada, dar uma curtida no Carnaval com a galera e colocar os alto-falantes para bater pesado”, contou o estudante entusiasmado.

E Jonas ainda tem planos para o carro. “Minha intenção é colocar alto-falantes maiores, cornetas, colocar um DVD com central multimídia e um jogo de rodas aro 17 polegadas”, completou o jovem.

Para o dono de loja de acessórios automotivo Márcio Areias, os jovens querem equipar o carro para chamar atenção das mulheres. “Eles equipam o carro pra curtir a balada. Tem a questão da competição também, de um abrir a mala do carro de frente para o outro e ver quem tem o melhor som. É questão de ego e isso é um atrativo para as mulheres, na cabeça deles”, disse o empresário.

O mundo das modificações e incrementação de veículos, a famosa personalização, não atrai apenas a juventude, mas também pessoas de meia idade, como é o caso do empresário Henrique Machado, de 40 anos, que possui um Chevrolet Kadett totalmente personalizado. “Eu já fazia algumas modificações em meu carro, mas minha paixão começou mesmo depois que eu assisti ao filme ‘Velozes e Furiosos 1’, aí eu comecei a ver algumas modificações, comecei a pesquisar e fui montando. Tudo fui eu que montei”, explicou.

De acordo com o empresário, o Kadett é capaz de atingir os valorosos 260 km/h e fazer uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas impressionantes 4,6 segundos. Henrique revelou ainda que investiu cerca de R$ 48 mil no carro e afirmou que venderia o modelo totalmente personalizado por R$ 35 mil. Seria uma bela compra!

Comentários

Postagens mais visitadas