Barrichello marca pontos pela segunda vez consecutiva


Rubens Barrichello marca pontos pela segunda vez no GP da Autrália. O brasileiro fez uma boa corrida e terminou na oitava colocação.

Barrichello afirma que o que é extraído de sua Williams é o que o carro pode lhe dar, as posições intermediárias do grid.

Erro de estratégia

- Hoje era uma oportunidade. E a gente aproveitou ela de uma forma mediana, não foi tão boa. Tive uma leitura dos pneus onde achei que todo mundo teria que entrar nos boxes de novo para fazer um pit stop, porque os pneus moles estavam tendo certas dificuldades, mas depois vi que eles não entraram e eu tive que me recuperar. -

Uma "grande corrida"

- Tive uma grande corrida, fiz uma das minhas melhores ultrapassagens em cima do Pedro de la Rosa, o que me deu a chance de andar forte e de passar o [Mark] Webber quando ele entrou nos boxes, então recuperei bem a posição, mas foi uma pena porque não deu o resultado que eu esperava. [...] Eu gostaria de ter feito mais pontos. Fora isso, acho que foi uma boa corrida. Não foi uma grande corrida, mas foi uma boa corrida. -

A Williams em comparação às líderes

- Poupar não existe no meu vocabulário. Estamos 1s mais lentos do que eles. O semblante carregado é mais nesse sentido, mesmo. É aquele segundo que a gente toma na classificação. O Hamilton me passou como se eu estivesse parado. A gente tem algumas dificuldades eletrônicas nas mudanças de marcha, a gente tem uma mudança de marcha que eu estou botando foco para que a gente possa melhorar, a potência do motor com o tanque cheio não é como a gente gostaria... Têm coisas para melhorar. Se a gente pensar, com os pés no chão, foi um ótimo fim de semana novamente, de um carro que ainda não é capaz de dar aquelas alegrias que a gente quer que dê, mas está marcando pontinhos. Ainda acho que este carro será uma boa surpresa durante o ano. -

Comentários

Postagens mais visitadas