Ford apresenta nova geração do Focus sedã em São Paulo

É hoje o dia! A Ford revelou hoje o novo Focus Brasileiro em São Paulo, na “Focus pop-up gallery”, no Parque do Ibirapuera. A versão sedã chega primeiro as revendas da marca em outubro e, por estratégia de marketing, a versão hatch chega em novembro. O novo motor 2.0 só será oferecido com câmbio Powershift, de dupla embreagem, tanto no sedã como no hatch. No sedã, a aceleração de 0 a 100 km/h ficará na casa dos 9 segundos. O sedã não terá versão 1.6. O consumo, de acordo com as medições do Inmetro, é de 9,6 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada, com gasolina – com etanol as médias baixam para 6,6 km/l e 8,6 km/l, respetivamente.
O novo Focus conta também com todos os equipamentos oferecidos no modelo europeu como Park Assist, os controles de estabilidade e tração, os seis airbags, o monitoramento da pressão dos pneus, os faróis bi-xenôn direcionais (acende uma outra lâmpada quando o carro vira) e até a central multimídia My Ford Touch com tela de 8 polegadas. O sistema da Sony oferece áudio, telefonia, navegação por GPS, ar-condicionado e pode ser controlado por toques na tela ou comandos por voz, como no Fusion e no Edge.
Já o Focus hatch terá o motor Sigma 1.6 16V manual e Powershift, além da 2.0 Powershift, divididas em versões S, SE, SE Plus e Titanium. A oferta de equipamentos, porém, será diferente do modelo sedã, até por uma questão de posicionamento de mercado. Os preços deverão começar na faixa de R$ 58 mil, um pouco acima da previsão inicial. A meta será manter a liderança nas vendas entre os hatches médios.
Serviço: Local: Pavilhão Ciccillo Matarazzo (Pavilhão da Bienal), Parque do Ibirapuera, São Paulo, Entrada pelo Portão 3. Data: de 29 de Agosto a 1º de Setembro de 2013 Horário de funcionamento: 12h às 22h, na quinta-feira e sexta-feira 10h às 22h, no sábado 10h às 19h, no domingo Entrada: gratuita

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mitsubishi lança última série especial do coupê Eclipse

Governo do Estado divulga calendário de pagamento do IPVA 2012

Placas de aviso para radares não são mais obrigatórias