Chevrolet Cruze ganha mais potência


O Chevrolet Cruze ganhou algumas novidades em motorizações, transmissões e equipamentos de série. A principal novidades fica por conta do novo motor, que tem 2.0 litros, turbodiesel, que passa de 150 para 163 cv, bem como no motor a gasolina de 1.6 litros, que passa de 113 para 124 cv, que conseqüentemente ficaram menos poluentes. O motor 2.0 teve sua cilindrada aumentada de 1.991cc para 1.998cc e seu torque máximo passou de 320 Nm à 2000 rpm para 360 Nm, sempre entre 1750 e 2750 rpm. Enquanto que a versão turbodiesel 2.0 VCDi conta agora com uma caixa de câmbio manual de seis velocidades, que se junta à caixa automática, que já fazia parte do pacote. Com essas mudanças importantes, o motor passou a poluir menos, passando de 149 para 147 g/km (177 para 175 g/km na versão de caixa automática), de emissões de CO2. A versão com câmbio manual faz de 0 a 100 km/h em apenas 8,5 segundos (anteriormente 10,0 segundos) e a automática em 9,4 segundos (9,9 segundos). Já o pequeno motor de 1.6 litros a gasolina teve sua potência aumentada de 113 para 124 cv, com emissões de CO2 de 153 g/km (antes eram 159 g/km), fazendo de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos, ante 12,5 km/h com a potência menor. De série o sedan da Chevrolet recebeu mais reforços no que se refere a equipamento de série, como para a introdução no painel de instrumentos de um indicador do momento ideal para mudança de marcha e novos revestimentos dos bancos e, na versão 1.6 LS, um cruise control. O Cruze deve desembarcaro no Brasil ainda este ano, para substituir o cansado Astra. (Por: carpointnews.blogspot.com)

Comentários

Postagens mais visitadas