Segurança dos carros brasileiros é alarmante, após resultado de testes de colisão


A Latin NCAP realizou nesta segunda-feira (18) um evento de lançamento em São Paulo, iniciando seus trabalhos de avaliação de segurança dos modelos vendidos na América Latina. Os resultados dos oito carros vendidos no Brasil foram divulgados, e nada animadores, com má performace de todos os veículos testados.

A maior nota em segurança para adultos ficou com o Toyota Corolla, que levou quatro estrelas. No quesito proteção para crianças todos os modelos não passaram de duas estrelas.

Os testes seguiram o padrão europeu, com avaliações de impacto frontal a 64 km/h. Dentro dos carros, dois bonecos adultos na frente e dois bonecos equivalentes a crianças de 3 anos e 18 meses no banco traseiro.

Seis modelos foram testados, dois deles nas versões com e sem airbag: Toyota Corolla Xei, Chevrolet Meriva GL Plus, Fiat Palio 1.4 ELX, VW Gol Trend 1.6, Peugeot 207 e Geely CK1. De acordo com a avaliação geral da entidade, todos ficaram devendo em segurança, principalmente infantil.

Diante de resultados tão ruins a Latin NCAP concluiu que há necessidade de maiores investimentos em segurança nos veículos brasileiros, principalmente com relação a segurança de crianças.

Segundo o representante do Latin NCAP, Jean Marie Mortier, "o custo anual com acidentes de automóvel no Brasil é de R$ 22 bilhões". A entidade informou que alguns testes foram pagos pelas próprias montadoras, enquanto outros foram realizados com carros comprados pelo instituto.

O Latin NCAP foi criado pela Federação Internacional do Automóvel (FIA) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com supervisão da matriz europeia. No Brasil, a entidade é representada pela Pro Teste.

Comentários

Postagens mais visitadas